Anatomia da Expressão Facial

As pessoas conseguem perceber emoções falsas. Então, criar uma expressão facial genuína demanda conhecimento que deve ser adquirido 

O rosto humano não é somente uma superfície com olhos, boca e nariz através dos quais nós lemos informações essenciais sobre o mundo ao nosso redor, mas é também nossa ferramenta primária de comunicação não-verbal. É um instrumento de alta precisão. 

Os seres humanos são criados com a habilidade de ler as mais sutis mudanças no ambiente e especialmente no rosto de outras pessoas. Historicamente isso tem sido benéfico no cenário social e salvou a vida de nossos ancestrais. De maneira bastante interessante, isso funciona dos dois lados, já que outros animais aprenderam a ler nossos rostos também. Como os cachorros, por exemplo, mas não tão bem quanto nós, seres humanos.  

Anatomy of The Facial Expressions book page 137 Smile Expressions

Quando uma pessoa recebe uma informação visual, primeiro ela chega ao Tálamo, que envia informações paralelas a todas as partes necessárias do cérebro. As duas que mais nos interessam são o Córtex Visual (a área no cérebro que cria imagens visuais) e a Amígdala (que testa informações sobre um elemento de perigo). Essa função pode nos deixar com medo, ao mesmo tempo em que está sendo criada uma representação visual do que nos amedrontou.  

A linguagem corporal e expressões faciais são evolucionárias e mais antigas do que a linguagem verbal. As crianças nascem com essa habilidade. Um bebê humano pode identificar emoções faciais positivas mais cedo e com mais precisão do que emoções negativas. (Boyatzis, Chazan, & Ting, 1993Camras & Allison, 1985Widen & Russell, 2003) Essa precisão aumenta entre os três e sete anos de idade. A habilidade de reconhecer expressões faciais emocionais é inata a nós. Alguns estudos nos forneceram evidências convincentes de que expressões faciais para as emoções básicas são universais. Isso signifcia que expressões faciais são as mesmas para todos os seres humanos no planeta, sejam eles esquimós, europeus, ou uma tribo na selva brasileira. (Ekman & Friesen, 1971Ekman et al., 1987Ekman, Sorenson, & Friesen, 1969Elfenbein & Ambady, 2002Izard, 1971).

 

NOSSO CORPO SABE O QUE ESTAMOS VENDO MUITO ANTES DE PERCEBERMOS

Para caracterizar esse fenômeno, vamos imaginar a seguinte situação: um marido encontra com sua esposa, que está brava. A informação visual do rosto bravo da mulher entra no olho do marido; o olho envia um sinal neural para o Tálamo. O Tálamo envia uma informação neural diretamente para a Amígdala e o Córtex Visual. Isso significa que nós sabemos que estamos em apuros mesmo antes de o nosso cérebro ter tempo de gerar uma imagem visual da esposa brava, e assim nós temos uma descarga de adrenalina no sangue. Nossa consciência pode não estar ciente do que realmente aconteceu, mas diante da evidência nós temos um sentimento -"Ei, algo não está certo." Mesmo detalhes pequenos no ambiente ao nosso redor e especialmente no rosto das pessoas podem fazer uma grande diferença. É por isso que é tão importante a precisão quando criamos um rosto humano. 

O objeto artístico mais popular de todos os tempos é o ser humano. Ele não precisa ser realista. Ele só precisa desencadear em nosso corpo uma reação como se fosse real. Nossos olhos estão constantemente averiguando nossos arredores e há uma área ímpar no nosso cérebro, chamada de área Fusiforme da face, ou AFF, que fica analisando se há algum rosto humano à nossa volta. Às vezes ela vê rostos onde não há nenhum. Esse fenômeno é chamado de Pareidolia. Um exemplo famoso desse fenômeno é o conhecido "Rosto em Marte". 

Expressions on objects that our eyes and brain perceive as recognizable

Depois de nosso "scanner" identificar um rosto que contém um elemento de perigo, o próximo nível de análise é a qualidade da emoção. Você já deve ter escutado sobre um sorriso Falso. Entre um sorriso Genuíno e um sorriso Falso, não há praticamente diferença alguma. Há uma pequena diferença na forma do rosto, mas é muito mais significante em nossa percepção, e todo mundo enxerga a diferença imediatamente. 

Real and fake smile compression for artists by UIdis Zarins

MESMO DETALHES MUITO PEQUENOS PODEM FAZER UMA GRANDE DIFERENÇA

Emoções reais são quase impossíveis de forjar. É por isso que precisamos aprender as nuances que diferenciam as emoções falsas das genuínas. E para saber isso, é preciso entender não apenas como a anatomia cria o movimento, mas você deve ter as ferramentas e linguagem com as quais se pode descrever a mudança. A melhor maneira de fazer isso é com algum sistema de código. No livro Anatomia da Expressão Facial, nós usamos o Sistema de Códigificação da Ação Facial (Facial Action Coding System – FACS), criado por Paul Ekman. 

"Uma imagem vale mais do que mil palavras." 

Seria único o conhecimento sobre os movimentos faciais em Anatomia da Expressão Facial? A fisiologia facial é um tópico bem descrito por autores como Carl-Herman Hjortsjö, ou mais recentemente em "Atualização Sistema de Joseph C. Hager em 2002".

Facial expressions coding for easier understanding of the movement

Porém, o que faltou a todos esses trabalhos foi a inclusão de boas imagens Normalmente, quando descrevem um movimento facial, apenas citam os nomes dos músculos, o código e às vezes mostram uma fotografia em preto e branco. 

Mas o que mais importa aos artistas é o aspecto visual. Imagens e informações visuais compreensíveis, e não tantas informações factuais ou nomes em Latim. Para o animador, é essencial saber como isso tudo funciona. 

...Para os artistas, a parte essencial é como isso se parece... 

Human Anger Shown In Brows Anatomy And Psychology For Artists

OS MÚSCULOS FACIAIS CRIAM A FORMA DO ROSTO?

Quando pensamos em anatomia humana para os artistas, normalmente a primeira coisa que vem à nossa mente são os músculos faciais. Esses músculos criam a forma do rosto? Sim e não. O típico músculo de esqueleto, como costumamos conhecê-lo, com seu formato determinando a forma do corpo, é quase ausente no rosto humano. Uma exceção são os músculos da mastigação como o Masseter e o Temporal, que têm forma distinta. No rosto, nós temos os músculos da mímica facial, e eles são muito finos, quase sem forma. O que eles fazem é mexer as partes do rosto que são majoritariamente feitas de gordura. 

  3D Modelling renders of human male head for artists

Zygomatic major muscle group description and system coding for VFX and CGI artists

E QUANTO A GÊNEROS E IDADES DIFERENTES?

O fato de entendermos a anatomia da face e como os músculos faciais funcionam não é o bastante. Nós precisamos entender a forma. A forma é composta por ossos e tecido macio. Mas todos somos iguais? Não, é claro que não. Além da morfologia individual, que é infinitamente diversa, existem características formais de diferentes idades e gêneros. O livro Anatomia da Expressão Facial fala sobre esses assuntos, como etnicidade, mas informações muito mais detalhadas e tópicos adicionais serão descritos no próximo livro, A Forma da Cabeça e do Pescoço - Form of the Head and Neck

GÊNERO:

Mandible bone difference compression in a Caucasian male and female

IDADE:

The differences of aging represented on a human skull for artists

SE INTERESSOU PELO LIVRO?strong>

Anatomy of Facial Expressions. Anatomia da Expressão Facial é um livro mais específico, se comparado ao livro Entendendo a Figura Humana, que descreve de maneira ampla o mundo da criação da forma humana. Este livro mergulha profundamente na tarefa de entender e ajudar na criação de expressões faciais específicas e sua anatomia. Especialmente desenvolvido para artistas.

Facial expressions hardcover cover

← Postagem anterior Postagem seguinte →

Portuguese (Brazil)
PT-BR